segunda-feira, 29 de março de 2010

Criança.

Sonhei com você uma vida inteira e sei que ainda não te reconheci por completo. Estamos na fase do "eu não sei...", mas está bom assim. Com você está sempre bom. Seja o que for, onde for, como for, se for...  

Te gosto da maneira mais fácil e crua de gostar. Pelo simples fato de ser simples. Você é livre, é leve, é novo. Tenta me irritar só para conhecer as várias Camilas que existem em mim, mesmo sabendo que no fundo só existe esta aqui e que, apesar de ser pseudo (rs), é sua.  

Então me conquiste. Estou te dando uma chance, não a perca. Quem sabe eu também não consigo te fazer feliz...

Quero ser o melhor de mim pra te fazer feliz.