segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Ao melhor pai do mundo



Hoje é seu aniversário, mas eu percebi que você é meu presente. Você, a mamãe e a Carol. Comemoramos seu dia, mas muito mais que isso, comemoramos fazer parte de mais um pedaço da história, de partilhar o fim de um ciclo e o início de outro. Comemoramos por estarmos juntos, mais um ano, mais uma vida.

O tempo é tão relativo. Apesar de passar rápido e parecer pouco, conseguimos extrair tanto dele. Vivemos da troca! Você estava lá junto a mamãe nos primeiros passos. Nos ensinaram tudo. Todas aquelas coisas que não se aprende na escola, na faculdade ou em lugar nenhum. Todas aquelas coisas que não tem preço, mas tem valor inestimável. E eu e a Carol acabamos ensinando vocês a amar diferente, a viver diferente.



E aí, em algum momento que não sabemos identificar precisamente, começamos a voar sozinhas. Porque a vida é assim. E agora conversamos sobre planos, sobre decisões e impressões como pais e filhas, confidentes e amigos. Como adultos em constante formação.

Agradeço por ter herdado boas características suas e ter sido influenciada positivamente em tantos aspectos! O bom humor fácil, o riso frouxo, algumas pitadas de gosto musical, o amor por fotografia, lembranças, a facilidade em ler e escrever, a ética, gana, o prazer em viajar e até mesmo essa ligeira semelhança nasal eu gosto! Risos...gosto porque me lembra você. Gosto porque além do DNA, te carrego comigo explicitamente.

Nos orgulhamos muito de você pai, de poder te chamar de pai. Eu me orgulho demais de tudo o que você e a mamãe fizeram por nós e continuam fazendo. Quando eu crescer eu prometo fazer de tudo para passar para meus filhos o que vocês passaram para mim!

Parabéns pai, por acima de tudo, ser o melhor pai do mundo, só porque é meu, é nosso!
Te amo incondicionalmente. Feliz aniversário!